Histórico | Carybé

 em Iluminação

Nascido em Lanús, Buenos Aires, Hector Julio Páride Bernabó foi pintor, gravador, escultor, ceramista, ilustrador, desenhista e artista plástico argentino, naturalizado brasileiro. Após viver dos 6 meses aos 8 anos na Itália, mudou-se para o Brasil, onde frequentou a Escola Nacional de Belas Artes.

Em 1927, viajou para a Argentina e trabalhou em diversos jornais até ser contratado em 1938 pelo “prégon”, com a missão de conhecer e enviar desenhos e reportagens dos países que visitava. Nesse período, foi enviado a Salvador, mas ao chegar descobriu que o diário havia falido. Desempregado, resolveu percorrer o litoral norte do Brasil e através da arte, começou a registrar a brasilidade, destacando costumes como carnaval, capoeira, candomblé, etc.

Giclée sobre lona reciclada – (A) 177cm x (L) 134cm com moldura

No ano de 1939, retornou para Buenos Aires e com o artista Clemente Moreau, realizou sua primeira exposição coletiva no Museu Municipal de Belas Artes. Logo após, trabalhou como ilustrador de obras literárias e traduziu o livro “Macunaíma” de Mário de Andrade para o Espanhol. Mais tarde conquistou o Prêmio da Câmara Argentina pela ilustração feita no livro de “Juvenília”, de Miguel Cané. Em 1943, fez sua primeira exposição individual e colaborou com a ilustração do livro “Macumba, Relatos de la Tierra Verde”, de Bernardo Kordan.

Convidado pelo Secretário da Educação Anísio Teixeira, Carybé mudou-se definitivamente para a Bahia em 1950, dedicando-se a renovação das artes plásticas ao lado de artistas como Mário Cravo Júnior, Genaro de Carvalho e Jenner Augusto.

Bastante eclético, aplicou em suas obras técnicas conhecidas como aquarelas, desenhos, esculturas, talhas, cerâmicas e muito mais. Por meio de uma carta de recomendação de Rubem Braga, foi contratado para fazer murais em prédios e obras públicas, incluindo uma, realizada no aeroporto de Nova York. Por quase toda a vida, acreditou que o apelido “Carybé” provinha de um pássaro da fauna brasileira, até que mais tarde, descobriu por meio de um amigo que sua alcunha significava “mingau ralo”.

Acrílico sobre eucatex – (A) 43cm x (L) 58cm com moldura


E você, quer visitar e conhecer a galeria e o showroom de iluminação da Pier Light and Art?

Envie um Whatsapp para (11) 9.4542-8756 ,ou então, um inbox em nosso Facebook/Instagram.

Faça  parte desse grupo seleto de clientes e conheça nossas peças no site!!!

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário